Apresentação

Níveis: Mestrado Acadêmico e Doutorado

Área de Concentração: Aquicultura e Recursos Pesqueiros

Conceito do Programa/Conceito Máximo da Escala CAPES: 6/7

Duração:

  • Mestrado Acadêmico: 12 a 24 meses
  • Doutorado: 24 a 48 meses

Objetivos

Promover o ensino e a pesquisa em Aquicultura e Recursos Pesqueiros, com a formação de profissionais capazes de contribuir para o desenvolvimento destas atividades a nível nacional e internacional.

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Aquicultura (PPG-AQI) da Universidade Federal de Santa Catarina abrange linhas de pesquisa e disciplinas em Maricultura, em Aquicultura Continental e em Recursos Pesqueiros, o que permite a formação de um profissional eclético, com uma visão ampla do setor, que vai além do tema das dissertações e teses dos alunos. Graças, em grande parte, às pesquisas e tecnologias geradas e adaptadas pelos pesquisadores e professores do Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, o estado de Santa Catarina é destaque em todas as áreas da Aquicultura, servindo como modelo nacional e internacional.

Requisitos para o Mestrado/Doutorado

Histórico

Em outubro de 1979 foi inaugurada, no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Santa Catarina, a Estação Experimental de Aquicultura do Itacorubi, onde foram conduzidos os primeiros estudos sobre a reprodução e o cultivo de peixes em cativeiro. Posteriormente, foram desenvolvidas pesquisas sobre o cultivo de camarões marinhos e teve início o trabalho de transferência dessa tecnologia.

A Estação Experimental de Aquicultura do Itacorubi deu origem ao Departamento de Aquicultura, criado em 1984.

Em 1988, foi criado o Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, com o Curso de Mestrado em Aquicultura.
Em 2005 foi implantado o Curso de Doutorado em Aquicultura.

O quadro docente do PPG-AQI é composto por 18 professores, sendo 17 Permanentes e 1 Colaborador.

Até janeiro de 2017, o Programa de Pós-Graduação em Aquicultura formou 477 profissionais, sendo 406 Mestres e 68 Doutores.